Relato da atleta Carmem Araujo da ACORREFOZ

484756_584621734905912_2046215035_n

A EMOÇÃO DE SUPERAR AS EXPECTATIVAS

 

7ª Meia Maratona das Cataratas, eu corri, eu consegui. Treinei seguindo uma planilha feita por Marcos Gagliardi, meu treinador. Na verdade, foi feita para que eu pudesse participar da Maratona de Porto Alegre, dia 16/06.

Foram semanas e semanas treinando… e foi chegando o dia da nossa Meia de Foz. Eu treinava e postava os treinos no Garmin, foi quando meu grande amigo Sidclei começou a analisar meus treinos e falou para focar na Meia, pois eu tinha chance de conseguir pódio. Eu não acreditei, pensava: “Imagina, eu?”

Chegou o grande dia e o coração batendo a mil. Bora correr essa prova linda junto a 2700 atletas. Foi maravilhoso. Comecei correndo num ritmo confortável e passei para o ritmo médio a forte depois do 3º km. É muita emoção: a paisagem, a energia dos atletas, a força que os amigos passam. É muito bom ouvir os amigos gritando seu nome: “Vai Carmem!” “Puxa mais, força, quero te ver no pódio.” “Estou torcendo por você!” Essa energia me deu mais garra para melhorar e aguentar um ritmo forte, com as várias subidas e descidas da prova. Quando estava no km 18, senti que estava bem, minhas passadas estavam fortes e os companheiros do meu lado passaram a correr quase no mesmo ritmo, um dando força para o outro. Precisamos muito, pois a prova acaba em uma subida bem forte. Quando avistei a placa do km 20, gritei: “Olha o km 20, bora lá!” O colega que corria ao meu lado, me disse: “Olha só a subida.” Eu respondi: “Vamos abraçar aquela subida, bora!” Era a força que faltava para buscar mais fôlego, suor que derramava mais a cada passada, mas estava acabando. Avistei o pórtico da linha de chegada, pensava: “Vamos! Força! Vamos conseguir!”

Foi muito gostoso chegar e ver os amigos gritando meu nome, incentivando-me. Quando pisei na linha de chegada, agradeci por ser saudável. Aí foi só correr pro abraço. É festa!

Correr para mim é tudo. É uma sensação que me completa. Corro com a alma e o coração. Busco aprender com meus colegas mais experientes, peço dicas e analiso o que  posso fazer para melhorar, porque é bom buscar melhorar no que te faz feliz.

Bati o meu recorde pessoal, 1:42:40 e ainda consegui o terceiro lugar. Isso é muito gratificante.

e-mail Carmem.araujo@hotmail.com

13 comentários em “Relato da atleta Carmem Araujo da ACORREFOZ

  1. Amiga, dá gosto ver você correndo. Quando disse que você conseguiria um lugar no pódio, é porque eu tinha certeza disso. Você é a terceira melhor corredora de Foz hoje, e eu tenho orgulho de te chamar de irmã. Continue assim, pessoa linda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s